SEGURANÇA RESIDENCIAL

Pequenas Empresas

Use um leitor de QR code ou acesse https://app.vc/segurancaparatodos pelo celular

Você quer ter o SEU app ?
Aqui na Fábrica de Aplicativos você não precisa saber programar, é rápido e fácil
Clique aqui e comece já!

Sabemos que segurança 100% eficiente não existe. Mesmo nos prédios considerados de segurança máxima, sinistros acontecem. Construir fortalezas com muros altos, grades e alarmes, pode até causar efeito contrário, aguçando a curiosidade dos ladrões, que acabam sendo atraídos pela cobiça ou pelo desafio.

Na maioria das vezes, as barreiras físicas podem ser inúteis se não houver hábitos e atitudes de segurança, tanto dos moradores, quanto dos funcionários ou empregados.

Em geral, as principais dicas que devem ser seguidas para evitar problemas nos períodos de férias são as seguintes:

1) CUIDADO AO ENTRAR E SAIR DE CASA - Antes de entrar ou sair: verifique se há pessoas suspeitas ou desconhecidas nas proximidades, a pé ou paradas em carros. Caso não se sinta seguro, não entre (ou não saia). Dê mais uma volta no quarteirão, passe direto, observe e, se necessário, peça ajuda.
Dificuldades: Nem sempre isso é possível. Se tiver que parar o carro para abrir ou fechar o portão, há tempo, mesmo para alguém que não esteja tão perto, chegar até você. Neste caso, um portão automático acionado por controle remoto pode ajudar, por ser mais rápido e por não haver a necessidade de sair do carro. Se morar num prédio, o porteiro pode comandar a abertura e fechamento do portão, desde que tenha uma boa visão da rua, conheça os moradores e saiba identificar os carros que utilizam a garagem.

À noite, a entrada da garagem deve ter boa iluminação para que os ocupantes dos veículos sejam vistos e reconhecidos. Alguns prédios costumam ter seguranças externos, que identificam as pessoas e fornecem, por rádios, a autorização para o porteiro, na guarita, abrir ou não o portão. Esta seria uma das formas mais seguras e eficientes de controle. Alguns condomínios combinam senhas com os moradores, que devem informá-las especialmente quando existir mais de uma pessoa no interior do veículo. As senhas devem ser mudadas periodicamente.

2) AO ABRIR O PORTÃO PARA ESTRANHOS – Tratando-se de prestadores de serviços, tais como técnicos ou quem você contratou, oriente-os para que se identifiquem por uniformes, crachás e veículos com o nome da empresa. Em caso de dúvida, peça o telefone da empresa e confirme. Não tenha vergonha de fazer isso. O seguro morreu de velho. O velho truque do entregador de pizza ou de flores, por incrível que pareça, ainda funciona e muito. Há ainda assaltantes que se apresentam como casais, até mesmo com mulheres grávidas (ou falsas grávidas) bem-vestidos e bem-falantes, peritos em enganar porteiros e seguranças. No caso de condomínios, o treinamento do pessoal de portaria para este tipo de situação é fundamental. Uma vez ao mês devem ser feitas reciclagens, apresentadas situações e fatos ocorridos em outros prédios. Quando se tratar de entregas de pequenos volumes ou mesmo do carteiro, o ideal é que se tenha um passa-volumes do tipo tambor giratório, onde não haja contato direto com o estranho. Em nenhuma hipótese o entregador deve subir ao apartamento, a menos que seja uma entrega de sofá, geladeira ou uma mudança, é claro.

Dificuldades: Em muitos prédios e casas não existem tais dispositivos e tem-se dificuldade para instalá-los devido a seus layouts ou para não ferirem a estética. Muitos porteiros não são treinados e, muito menos, reciclados. Em dias chuvosos a situação se agrava, pois todos têm pressa para sair da chuva, pressionando os atendentes

3) CUIDADOS COM FUNCIONÁRIOS - EVITE COMENTÁRIOS E OSTENTAÇÕES - Comentar o quanto possui no banco, ter jóias ou dinheiro em cofres em casa ou falar sobre o quanto custou tal produto na frente de empregados domésticos pode ser um grande risco. Nunca se sabe com quem ele vai comentar o fato, até mesmo por ingenuidade. Existem também meliantes que se fazem passar por falsas domésticas, que se empregam com a finalidade de estudar os hábitos familiares, onde guardam jóias e dinheiro, talões de cheques, cartões e outros objetos de valor. No momento oportuno, dão o bote e somem do mapa. Uma nova contratação deve ser sempre precedida de referências e levantamento dos antecedentes criminais. Cuidado com quem você coloca dentro da sua residência.
Dificuldades: Após algum tempo na casa, as empregadas acabam sabendo muitas coisas, principalmente se forem boas observadoras ou estejam com esse propósito. Um extrato bancário, por exemplo, esquecido sobre uma mesa, pode dar uma idéia de saldo, aplicações, etc.

4) AO VIAJAR - Quando a família sai de férias, vários sinais dão conta de que não há ninguém em casa, especialmente nas residências. Tanto luzes permanentemente apagadas ou acesas, indicam que a casa está sozinha. O ideal, neste caso, seria adquirir um temporizador que acenda e apague as luzes em horários programados. A contratação de uma empresa de monitoramento de alarme é fundamental, especialmente em casas. Suspender a entrega de jornais ou revistas também é uma boa medida, mas nem sempre resolve.

Dificuldades: Em casas, além de jornais e revistas, são entregues folhetos de propaganda e correspondências. Se elas, além da poeira e das folhas caídas das árvores não forem retiradas diariamente, podem facilitar a escolha do ladrão.
O ideal é que vá alguém varrer, pelo menos a área visível a partir da rua e recolher a correspondência. Um cachorro pode ajudar, mas se a ausência da família for prolongada, ele pode ficar estressado e até morrer. Colocar alguém para cuidar do cachorro pode ser arriscado pois, caso seja estranho, há o risco do animal atacá-lo.
De qualquer forma, todo ladrão oportunista não gosta de enfrentar dificuldades, ou seja, vai preferir assaltar uma casa que não tenha cachorro, não tenha alarme, não tenha vizinho que olhe e, sobretudo, que tenha a dica de alguém

Denunciar este App Suporte